Projeto Florestinha realiza Educação Ambiental para 1.200 pessoas em Rio Negro

Imagem: Divulgação PMA

O importante do trabalho é a formação de multiplicadores e o envolvimento dos policiais com a comunidade, o que permite mais confiabilidade e consequentemente mais empenho da população no auxílio em defesa do ambiente equilibrado.

09/05/2018 às 14:13 | da Redação

Hoje (09), as crianças e adolescentes do Projeto Florestinha de Campo Grande estiveram na cidade de Rio Negro, na abertura das comemorações do aniversário da cidade e realizaram trabalhos de Educação Ambiental, na praça principal da cidade. Foram instalados o museu de animais e peixes taxidermizados e materiais utilizados em crimes ambientais (empalhados), onde as pessoas assistiram palestra sobre fauna, pesca, atropelamentos de animais silvestres e outras questões de fauna, etc.

Também foi apresentado o teatro de fantoches, com peças sobre as várias questões ambientais, como: desmatamentos, incêndios florestais e resíduos sólidos, etc. Aproximadamente 1.200 crianças, adolescentes e adultos participaram das atividades. Foi instalado ainda o Ciclo da Água, onde foram desenvolvidas palestras sobre o ciclo, uso sustentável, poluição e escassez dos recursos hídricos.

O importante desse trabalho é a formação de multiplicadores e o envolvimento dos policiais com a comunidade, o que permite mais confiabilidade e consequentemente mais empenho da população no auxílio em defesa do ambiente equilibrado, essencial à sadia qualidade de vida, conforme prevê o artigo 225 da Constituição Federal de 1988.

Carregando comentários...
Notícias
Educação