MS lidera ranking de atividades envolvendo Ciência e Tecnologia

Imagem: João Prestes

O Integra UFMS, será realizado até dia 10 de novembro no ginásio Moreninho da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e reúne mais de mil projetos científicos desenvolvidos por alunos de graduação e do ensino médio.

05/11/2018 às 15:45 | da Redação, João Prestes

Mato Grosso do Sul é o estado da Federação com o maior número de atividades envolvendo Ciência e Tecnologia acontecendo em 46 municípios. A informação foi repassada pelo secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, cuja pasta, a Semagro, engloba o setor de C&T na estrutura governamental.

Ele participou na manhã desta segunda-feira (05) do Integra UFMS, evento que se estende até dia 10 de novembro no ginásio Moreninho da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e reúne mais de mil projetos científicos desenvolvidos por alunos de graduação e do ensino médio.

Jaime Verruck representou o Governo do Estado na abertura do Integra UFMS e afirmou que nas próximas semanas espera-se que todos os 79 municípios desenvolvam ações correlatas. O evento central da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia aconteceu nos dias 17 e 18 de outubro, no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo, coordenado pela Semagro por intermédio da Fundação Estadual de Ciência e Tecnologia (Fundect).

O Integra UFMS acontece em sua segunda edição e é um ensaio para o Congresso Nacional da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência), que acontecerá em junho do ano que vem em Campo Grande. “Estamos encarando esse evento como uma excelente oportunidade para mostrar nossa capacidade criativa, nosso potencial a todos os brasileiros”, disse. “Estamos unindo esforços de todas as entidades para fazer o maior congresso da SBPC de todos os tempos”, completou.

Secretário da Semangro, Jaime Verruck, e o reitor da UFMS, professor Marcelo Turini. Fotos João Prestes

O reitor da UFMS, professor Marcelo Turini, agradeceu e elogiou os esforços do Governo do Estado no desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação, através de projetos e incentivos em parcerias com entidades e instituições públicas e privadas. Turini enfatizou que o objetivo do investimento em C&T é “socializar o conhecimento para reverter em benefício do ser humano”.

Segundo o reitor, o Integra UFMS reúne 1.196 apresentações, frutos de pesquisas encampadas por professores e estudantes de escolas públicas e particulares de Mato Grosso do Sul, além de projetos de Ensino Superior. No decorrer do evento acontecerão, ainda, 445 atividades/oficinas abertas aos participantes. Para o Congresso da SBPC do ano que vem, Turini estima que o evento vai atrair público de 15 mil pessoas.

Carregando comentários...
Notícias
Educação