IFMS abre inscrições para mestrado profissional

Imagem:

Interessados têm até 18 de março para se inscreverem. Previsão é que prova para seleção dos candidatos seja aplicada em maio.

13/02/2020 às 10:24 | da Redação

Começam nesta quinta-feira (13), as inscrições para o Exame Nacional de Acesso ao mestrado profissional do Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), com ingresso em 2020.

São 24 vagas oferecidas pelo Campus Campo Grande do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). Metade é reservada a servidores da Rede Federal.

Os interessados devem se inscrever exclusivamente pelo Sistema de Inscrições, na página do Programa, até o dia 18 de março. A taxa é de R$ 72,00.

O exame será aplicado no dia 17 de maio, em Campo Grande, por meio de prova objetiva contendo 50 questões de múltipla escolha, conforme bibliografia divulgada no ano passado.

conteúdo aborda as bases conceituais e históricas da educação profissional e tecnológica, as metodologias de pesquisa e, ainda, as teorias e práticas de ensino e aprendizagem.

O início previsto das aulas é para agosto, sempre às segundas-feiras, no período da manhã, tarde e noite.

Isenção - Candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e que sejam membros de família de baixa renda têm direito à isenção do pagamento da taxa. 

A solicitação precisa ser feita até 21 de fevereiro, no ato da inscrição, de acordo com as instruções do edital.

Curso - Coordenado por um Comitê Gestor do Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e pela Comissão Acadêmica Nacional, o Mestrado em Educação Profissional e Tecnológica é ofertado na modalidade semipresencial em 40 instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (RFEPCT), sendo 38 Institutos Federais, um Centro Federal de Educação Profissional (Cefet) e o Colégio Pedro II.

As linhas de pesquisa do mestrado são:

  • Práticas Educativas em Educação Profissional e Tecnológica: trata dos fundamentos das práticas educativas e do desenvolvimento curricular na Educação Profissional e Tecnológica, em suas diversas formas de oferta, a partir de uma abordagem inclusiva, interdisciplinar, em espaços formais e não formais, em conformidade com a perspectiva do trabalho como princípio educativo e do currículo integrado;
  • Gestão e Organização do Espaço Pedagógico em Educação Profissional e Tecnológica: trata dos processos de gestão e organização do espaço pedagógico que contribuam diretamente com os processos de ensino, com foco nas estratégias transversais e interdisciplinares que possibilitem formação integral e significativa do educando.

Esta será a terceira turma do curso no IFMS. O corpo docente do Programa é formado por professores dos campi Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados e Nova Andradina.

Mais informações sobre o curso estão disponíveis na página do Mestrado Profissional do Campus Campo Grande.

Bibliografia 2020:

CIAVATTA, Maria. Ensino Integrado, a Politecnia e a Educação Omnilateral: por que lutamos? Revista Trabalho & Educação, v. 23, n. 1, p. 187–205, 2014.

DELLA FONTE, Sandra Soares. Formação no e para o trabalho. Educação Profissional e Tecnológica em Revista.v. 2, n° 2. Vitória: IFES, 2018, p. 10-19.

GALIAZZI, Maria do Carmo; SOUSA, Robson Simplicio de. A dialética na categorização da análise textual discursiva: o movimento recursivo entre palavra e conceito. Revista Pesquisa Qualitativa. São Paulo (SP), v.7, n.13, 2019, p. 01-22.

KUENZER, Acacia Zeneida. Trabalho e escola: a aprendizagem flexibilizada. Revista do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região. Brasília, DF, v. 20, n. 2, p. 13-36, dez. 2016.

LEITE, Priscila de Souza Chisté. Materialismo Histórico-Dialético e suas relações com a pesquisa participante: contribuições para pesquisas em Mestrados Profissionais. Revista Anhanguera, v. 18, n. 1, p. 52–73, 2018.

MANACORDA, Mario Alighiero. Marx e a pedagogia moderna. Campinas, SP: Editora Alínea, 2007. 

MÉSZÁROS, István. A educação para além do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2008. 

MOURA, Dante Henrique. Trabalho e formação docente na educação profissional. Curitiba: Instituto Federal do Paraná, 2014.

PEIXOTO, E. M. DE M. Interdisciplinaridade e análise da produção científica: apontamentos a partir da concepção materialista e dialética da história. Filosofia e Educação, v. 5, n. 2, p. 120-165, 15 set. 2013.

RAMOS, Marise Nogueira. História e política da educação profissional. Curitiba, PR: Instituto Federal do Paraná, 2014.

Carregando comentários...
Notícias
Educação