Três setores da economia de MS registram saldo positivo de empregos em 2020, aponta Novo Caged

Segundo o Novo Caged, a agropecuária de Mato Grosso do Sul, entre janeiro e maio, teve saldo positivo de 1.313 vagas, a indústria de 1.270 e a construção de 731.

29/06/2020 às 16:58 | G1MS

Dos cinco macro setores da economia de Mato Grosso do Sul, três registraram saldo positivo de empregos, na relação entre demissões e contratações, no acumulado de janeiro a maio de 2020: agropecuária, construção e indústria.

Em contrapartida, os dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), do Ministério da Economia, divulgados nesta segunda-feira (29), apontam que o comércio e os serviços apresentaram resultado negativo, ou seja, retratação de vagas.

Segundo o Novo Caged, a agropecuária de Mato Grosso do Sul, entre janeiro e maio, teve saldo positivo de 1.313 vagas, a indústria de 1.270 e a construção de 731. Já o comércio sofreu a perda de 3.595 postos de trabalho e os serviços de 1.034.

No acumulado destes cinco meses, o estado registrou 86.128 contratações, e 87.443 demissões, o que resultou em um saldo negativo de 1.315 vagas e na variação de 0,26%.

Os dados do Ministério da Economia apontam que dos 26 estados do país e o Distrito Federal, apenas um teve saldo positivo de empregos no acumulado de 2020, o Acre.

Todas as outras 26 unidades da federação registram maior número de desligamentos do que de contratações no período. O percentual de Mato Grosso do Sul foi o segundo menor.

Carregando comentários...
Notícias
Economia