Tempestade alaga ruas e casas, arrasta carros, derruba árvores e fecha aeroporto de Campo Grande

A chuva veio acompanhada de rajadas de vento que passaram dos 60 quilômetros por hora.

03/10/2018 às 16:33 | G1MS
Região da Via Park ficou completamente alagada com o temporal  — Foto: Brenda Machado/Arquivo Pessoal

Região da Via Park ficou completamente alagada com o temporal — Foto: Brenda Machado/Arquivo Pessoal

A pancada de chuva que atingiu Campo Grande na tarde desta quarta-feira (03) provocou diversos estragos na cidade. Ruas, avenidas e casas foram alagadas, córregos e o rio Anhandui transbordaram. Carros foram arrastados, fios elétricos caíram sobre um ônibus e carros, árvores foram derrubadas. O Aeroporto Internacional chegou a ser momentaneamente fechado para pousos e decolagens em razão da falta de visibilidade, mas pouco depois voltou a funcionar normalmente.
 
Pessoa é resgata de dentro de carro que estava sendo arrastado pela enxurrada na região da Via Park — Foto: Redes Sociais/Divulgação

Pessoa é resgata de dentro de carro que estava sendo arrastado pela enxurrada na região da Via Park — Foto: Redes Sociais/Divulgação

De acordo com a meteorologia, a tempestade foi provocada por uma frente fria que chegou no sul do estado. A chuva veio acompanhada de rajadas de vento que passaram dos 60 quilômetros por hora. Em alguns locais da cidade, em apenas 29 minutos, choveu cerca de 28 milímetros.

 
Árvores, galhos e fios caíram em vários pontos da cidade em razão da tempestade — Foto: David Melo/TV Morena

Árvores, galhos e fios caíram em vários pontos da cidade em razão da tempestade — Foto: David Melo/TV Morena

A tempestade provocou, conforme o meteorologista Natálio Abrão Filho, uma queda brusca da temperatura, que caiu de 32,6ºC para 21,8ºC. 

Varias ocorrências 

O Corpo de Bombeiros teve que se desdobrar nesta tarde para atender as várias ocorrências provocadas pela tempestade. Na rua Barão do Rio Branco esquina com a 13 de Junho, um fio de energia elétrica caiu sobre um ônibus. Os cerca de 40 passageiros tiveram que ficar dentro do veículo enquanto a energia não foi desligada pela concessionária.

Próximo ao parque Sóter, um carro com uma pessoa dentro foi arrastado pela enxurrada. A mesma situação ocorreu na rua Giocondo Orsi, no bairro Vilas Boas. Na avenida Ernesto Geisel, próximo a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC) o volume de água da enxurrada era tão grande que ela está entrando nos veículos estacionados. O rio Anhanduí, que passa pelo local transbordou.

Na rua do Livramento, no bairro Coronel Antonino, um fio elétrico caiu sobre a casa e para proteger o filho a mãe o colocou sobre uma geladeira.

Carregando comentários...
Notícias
Cidades