Estado decreta situação de emergência em Deodápolis, Paranhos e Itaquiraí

Imagem: Geone Bernardo

As chuvas ainda causaram danos a pontes e dutos, além de causar crateras e atoleiros nas estradas vicinais.

23/11/2018 às 10:17 | da Redação, Paula Vitorino

O governador Reinaldo Azambuja decretou situação de emergência em partes das áreas urbana e rural de Deodápolis, Paranhos e Itaquiraí, devido aos estragos causados pelas tempestades que atingiram os municípios. O decreto foi publicado na página 1 do Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira (23).

Segundo o decreto, as estradas estão intransitáveis, o que prejudica o final do calendário escolar do ano, transporte dos insumos agrícolas e o escoamento de produtos da agricultura familiar. As chuvas ainda causaram danos a pontes e dutos, além de causar crateras e atoleiros nas estradas vicinais.

Ainda de acordo com a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec/MS), os municípios atingidos possuem economia baseada na agropecuária e os estragos causados pelas chuvas afetam diretamente essa atividade.

O decreto de situação de emergência é válido pelo prazo de 180 dias. Durante esse período fica autorizada a “mobilização de todos os órgãos estaduais para atuarem, sob a coordenação da Cedec, nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e de reconstrução”.

Além de Deodápolis, Paranhos e Itaquiraí, os municípios de Amambai, Coronel Sapucaia, Iguatemi e Tacuru tiveram situação de emergência decretada pelo Estado, no início deste mês.

Carregando comentários...
Notícias
Cidades