Camapuã e Figueirão adotam medidas recomendadas pelo Ministério Público

Prefeitura de Camapuã.
Imagem: Divulgação MPMS

De acordo com a Prefeitura de Camapuã, o Hospital também está preparado com uma ala isolada para receber possíveis pacientes infectados com a doença.

25/03/2020 às 08:58 | da Redação, Ana Carolina Vasques

Os Municípios de Camapuã e Figueirão também adotaram medidas de contenção e prevenção à pandemia do novo coronavírus. As medidas foram recomendadas pelo Promotor de Justiça Douglas Silva Teixeira, que orientou os Prefeitos e os Secretários Municipais das cidades que adotassem ações de prevenção à pandemia da COVID-19.

O Prefeito de Camapuã, Delano Huber, baixou decreto sobre medidas de prevenção ao contágio e enfrentamento da epidemia e entre as ações ficam suspensos todos os eventos públicos agendados pelos órgãos ou entidades municipais. O decreto ainda informou que todos os profissionais de saúde estão capacitados para atenderem a qualquer caso da COVID-19 que seja apresentado no Município, inclusive com todos os protocolos mundiais recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

De acordo com a Prefeitura de Camapuã, o Hospital também está preparado com uma ala isolada para receber possíveis pacientes infectados com a doença.

Já em Figueirão, o Poder Executivo criou o Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à COVID-19, que tem por objetivo monitorar, estabelecer e divulgar ações de enfrentamento e prevenção à transmissão do coronavírus. No Decreto, a Prefeitura determinou que o comércio, embora possa atender de portas abertas, deverá fornecer aos consumidores materiais de higienização, bem como evitar a aglomeração, limitando ao máximo em 10 pessoas por vez.

Na Recomendação, o Promotor de Justiça Douglas da Silva considerou a importância da prevenção nos estágios iniciais do contágio, como forma de controlar a velocidade de propagação do vírus, e da adoção de medidas preventivas antes que o vírus se alastre nos municípios.

Carregando comentários...
Notícias
Cidades