Primeira estimativa da Conab projeta redução da safra de soja em MS no ciclo 2019/2020

Imagem: Reprodução/TV Morena

Segundo a companhia, muitos produtores estão descapitalizados depois da quebra da safra de inverno de milho, o que vai refletir em um investimento menor nas lavouras de soja e pode provocar uma redução da produtividade.

12/10/2018 às 07:58 | G1MS

O primeiro levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra 2019/2020, divulgado nesta quinta-feira (11), projeta que Mato Grosso do Sul deve sofrer uma redução da produção de soja de 0,8% a 3,1% em comparação com a temporada passada.

Segundo a Conab, deve ocorrer um incremento de área cultivada que deve passar de 2,672 milhões de hectares para uma patamar entre 2,752 milhões de hectares e 2,819 milhões de hectares, o que deve representar um aumento de 3% a 5,5%.

Em contrapartida, deve ocorrer uma queda da produtividade de 5,9%, com o volume colhido caindo de 3.593 quilos por hectare (59,88 sacas por hectare) para 3.380 quilos por hectare (56,33 sacas por hectare).

A Conab atribui essa projeção de redução da produtividade a descapitalização de muitos produtores em razão da quebra da segunda safra de milho. Isso deve refletir, de acordo com a companhia, em menor investimento em tecnologia, maquinário e na própria fertilização dos solos, principalmente entre os agricultores que não haviam comprado os insumos antes da alta recente do dólar.

Com esse quadro, a produção registrada na safra passada, 9,600 milhões de toneladas deve cair para um volume entre 9,300 e 9,528 milhões de toneladas.

Carregando comentários...
Notícias
Agronegócio