É grave estado de saúde de produtor rural que teve corpo queimado em fazenda

Imagem:

Ele teve 80% atingido depois de incêndio em propriedade de Maracaju

09/08/2017 às 09:51 | Correio do Estado

O agricultor Edimilson Vincensi continua internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa em Campo Grande. Ele teve 80% do corpo queimado depois de incêndio na terça-feira (8) em propriedade rural de Maracaju.  O estado de saúde dele é considerado grave.

Edimilson conduzia trator e tentava conter as chamas que atingiram plantação de milho quando o veículo em que estava afogou. Ele correu para deixar o local, mas acabou inalando fumaça e desmaiou.

Funcionário da fazenda viu Edimilson desacordado e acionou o socorro. Com 80% do corpo queimado ele foi levado para a Santa Casa. Ao menos 30 hectares da propriedade ficaram destruídos.

 

Nota da Fundação MS


Na tarde desta terça-feira, 7, o fogo tomou conta de propriedades rurais vizinhas à Fundação MS. O envolvimento dos produtores rurais, trabalhadores, Corpo de Bombeiros, da Prefeitura de Maracaju, do Sindicato Rural, da aviação agrícola, da Polícia Militar, da Defesa Civil, da equipe da Fundação MS e dos moradores que alertaram sobre os focos de incêndio, foi essencial para controlar a queima.

Nós, da Fundação MS, agradecemos o envolvimento de todas as entidades e das pessoas que garantiram que o fogo não se alastrasse. À família do produtor Edmilson Vicenzi, prestamos nossa solidariedade e que ele tenha uma rápida recuperação.

Carregando comentários...
Notícias
Agronegócio